Un enfant sur cent naît autiste, mais ce trouble neuro développemental n'est pas inscrit sur son visage. C'est pourquoi les personnes avec autisme sont victimes d'une double discrimination : le rejet de la différence, et une incompréhension décuplée du fait que cette différence ne se voit pas. C'est la raison pour laquelle je les ai peint en bleu. Je vous invite à ouvrir les yeux sur ces personnes extraordianires qui sont partout, tout autour de nous.

MP3 de la chanson : https://soundcloud.com/dragonbleutv/mon-univers-a-part-clip-autisme-de-sophie-robert

Traductions des paroles du clip

Générique

Ecriture et production : Sophie Robert
Réalisation : Sophie Robert   Alexandre Dinaut
Image : Alexandre Dinaut    Peterson de Almeida
Montage : Peterson de Almeida

Musique : Maxime Catteloin   Lionel Raepsaet  
Make Me Sound
Paroles : Elisabeth Anaïs
Chant : Camille Bombacigno
Mixage : Manu Guiot

Maquillage : Charley Collier
Stagiaire assistante réalisateur : Florence Massonnat
Cameras : Christophe Lenoir   Alexandre Dinaut
Decors : Tzuri Getta       Shakespeare & Cie

Remerciements (par ordre d'apparition)
   
Etienne Blinet  
Matthieu Lancelot  
Hugo Horiot  
Sophie Janois
Kristian Schott
Véronique Gropl  
Valentin Attias  
Michel Kern
Paolo Ciulla
Rodolphe Ciulla
Stéphanie Morisson  
Josef Schovanec  
Peterson de Almeida 
Sibylle Maillet  
Vladimir Maillet  
Katarzyna Busquet  
Vincent Busquet  
Adrien Busquet 
Fouzia Bruzzi  
Stéphane Bruzzi  
Sami Bruzzi  
Adam Bruzzi
Vanda Pedron Bras  
André Pedron  
Camille Pedron  
Erwann Pedron 
Samira Aissaoui  
Massilia Aissaoui  
Yelena Aissaoui  
Kahina Aissaoui
Rachida Kesri  
Mohand Kesri  
Dyhia Kesri  
Kinsa Kesri
Caroline Bellito  
Celian Bellito  
Cyrielle Bellito 
Charlotte Brochand   
Antoine Crombet  
Alexandra Marie

Remerciements

Bertrand Jacques  
Céline Poulet  
Florence Puig  
Jean-Dominique Tortuyaux  
Nicolas Garier  
Joël Bienassis

Produit par Océan Invisible Productions

Clip réalisé avec le soutien de
Fondation Autisme   Fegapei   AG2R La Mondiale

"Meu mundo à parte"

eu sei
Há dias, lugares
Onde nada vai
Nem esmo um barco, nem mesmo você
Meu mundo à parte
Eu não quero que ele nos separa
De fato
Eu tenho sonhos, despertados
Diferentes
Mesmo se eu respirar o mesmo ar
Eu sou diferente
Mas meu coração não bate de outro modo

Porquê
Minha vida é uma luta
No entanto, não é a guerra em torno de mim
e mesmo
Se eu grito certas vezes
É porque eu tenho medo
Que não me entendem ... 

Se eu parèço
Caido de outro planéta que não conhece-mos
É que na minha cabeça há
Hà outros maravilhosos
Que nós podemos compartilhar, se você quiser ...

Porquê
Minha vida é uma luta
E por que não posso ter os mesmos direitos que você?
e mesmo
Se eu grito certas vezes
É porque eu tenho medo
Que não me entendem... 

Parèce
Que explorar as estrelas, os vulcões
Atravessar todos os oceanos
É mais fácil
Que até mim encontrar o fio

(Passagem falada sobre instrumental)
Foi-me dito:
A culpa era minha
Se ele não é como os outros
Ele não vai falar
Ele nunca aprende nada
Ele deveria ser preso para seu próprio bem ...
O que é que você sabe?
Deixe-lhe o direito de existir
Às vezes me pergunto
Quem vai guiar os seus passos
Quando eu não estarei mais cà
Meu filho não deve assustá-lo
Não é desagradável ou violento
Ele só vei as coisas que não vemos
Ele sabe coisas que não sabemos
Abra os seus braços, seu coração
Eu amo tanto
Eu amo assim
Meu filho, meu pequeno soldado

eu sei
Há dias, lugares
Onde nada vai
Nem mesmo um barco, nem mesmo você
O teu mundo à parte
Eu não quero que ele nos separe

Se nascemos diferentes
Nossos corações não batem de outro

Elisabeth ANAÏS

Traduction : Vanda PEDRON